Região

Morungaba, 1º lugar em pior saldo de empregos no Estado

Entre janeiro e outubro deste ano, município com 13,2 mil habitantes perdeu 658 postos de trabalho com carteira assinada. Morungaba, no Brasil, só perde para cidades do Rio Grande do Norte, Maranhão e Pará.

<b>Reprodução</b> Estância de Morungaba
Reprodução Estância de Morungaba
Por G-1
Publicado em 03/12/2017

Morungaba é a pior de SP e a 4ª do país no saldo de emprego entre municípios com até 15 mil habitantes.

Com saldo negativo de 658 vagas de emprego com carteira assinada entre janeiro e outubro deste ano, Morungaba (SP) tem o pior desempenho do Estado de São Paulo e o 4º do Brasil entre cidades com até 15 mil habitantes. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Dos 5.696 municípios avaliados em todo o Brasil, Morungaba aparece na 5.587ª posição no acumulado do ano. Com 13.232 habitantes, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a cidade que integra a Região Metropolitana de Campinas (RMC) fica à frente de Alto do Rodrigues (RN), Vila Nova dos Martírios (MA) e Vitória do Xingu (PA).

Saldo do emprego - cidades com até 15 mil habitantes

Cidade Habitantes Saldo de emprego
Vitória do Xingu (PA) 14.719 -1.448
Vila Nova dos Martírios (MA) 13.480 -836
Alto do Rodrigues (RN) 14.365 -685
Morungaba (SP) 13.232 -658
Fonte: Caged/MTE

O maior impacto das demissões ocorreu no setor de serviços, com mil postos fechados no ano na cidade. Questionada sobre o cenário negativo para o emprego na cidade, a prefeitura de Morungaba destacou que outros setores, com o da indústria de transformação, "sofreram variações positivas", o que amenizou o impacto desses desligamentos.

Como medida para favorecer a geração de emprego no município, a administração informou que espera atrair novas empresas ao Distrito Industrial "Antonio Frare", a partir do primeiro semestre de 2018, após a "obtenção de licenças da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb)."