Economia

Tecnologias emergentes mudarão o mundo

O mundo está mudando. Conheça algumas tecnologias responsáveis por isso.

<b>Reprodução</b> LoFrano
Reprodução LoFrano
Por Fernando LoFrano - LinkedIn
Publicado em 20/10/2017

O Fórum Econômico Mundial, conhecido por atrair grandes líderes e organizações para a realização de debates sobre a economia mundial, reuniu especialistas que afirmaram: as tecnologias emergentes mudarão o mundo.

Isso mesmo, a ideia passa pela internet das coisas, carros sem ninguém para dirigir e outras coisas que transformam os processos produtivos e contribuem para que o planeta seja um lugar melhor.
Vamos falar sobre quatro mudanças citadas na publicação científica Scientific American, a começar pela Internet das Coisas[IoT] a nível Nano.
Já usamos e abusamos desse tema em um post anterior, mas é sempre importante frisar: a previsão é de que até o ano de 2020, exista 30 bilhões os microsensores que estarão localizados em toda parte: fechaduras, carros, termostatos e coleiras de animais. Estes objetos estarão conectados em rede e, imaginem só: irão conseguir transmitir informações – uns para os outros.
E tem mais novidade: a chamada internet das coisas também poderá revolucionar vários setores, que vão da medicina à indústria, da produção de novos remédios à arquitetura.
Também já mencionada em textos anteriores aqui no blog, vem a tecnologia “do futuro”, o Blockchain, que é um registro online que agrupa uma rede de pagamentos e transações realizados, como por exemplo a moeda eletrônica Bitcoin.
Essa tecnologia, além de resolver problemas relacionados à segurança nas compras online e melhorar a privacidade, também pode ser útil e decisiva para simplificar e facilitar ações como a venda de propriedades e a realização de contratos.
Agora imaginem: materiais em 2D serão uma das principais tecnologias desses novos tempos. Vamos ao exemplo? O grafeno é feito a partir do carbono, e é considerado mais resistente que diamante, mais forte que o aço, super leve e flexível, além de ser transparente e um veloz condutor elétrico. Junto com ele também podemos citar o fosforeno (do fósforo) e o siliceno (do silicone), que podem ser aplicados em diferentes setores, e em um futuro próximo, poderão ser produzidos com mais agilidade e facilidade.
Direção preventiva
Alguns desenhos de antigamente já propunham carros voadores. Mas a realidade próxima é um pouco diferente: a propagação de carros que não precisam de motoristas para se deslocar irá aumentar gradualmente. Essa tecnologia vai garantir mais segurança, com a iniciação de normas e leis para regular a circulação desses carros nas estradas.
Para a população mais velha ou para quem não pode dirigir, eles serão muito úteis, além de prevenir acidentes.
Leia mais em meu blog: www.lofrano.com.br


Fernando LoFrano
"Sou apaixonado pela influência da tecnologia no comportamento das pessoas, tenho estudado o tema há mais de 20 anos, como observador e crítico. Acredito que a tecnologia pode mudar o comportamento das pessoas, mas serão as pessoas estratégicas que ditarão as mudanças. Gosto de compartilhar reflexões sobre tudo o que envolve a Tecnologia da Informação em meu blog. Sou um estudioso constante das práticas e teorias da pirâmide envolvente da Camada Estratégica, Tática e Operacional".